Cartão de crédito novucard

logo novucard 4

Open banking

Avatar photo

O que é open banking?

Open banking é um sistema que possibilita o acesso às informações dos clientes pelas instituições que fazem parte do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e são reguladas pelo Banco Central.

Para ficar mais claro, vamos exemplificar. Digamos que Pedro tenha conta no banco “A” há mais de 10 anos.

No entanto, há algumas semanas ele decidiu abrir uma conta no banco “B”, que oferece isenção de tarifas e juros bem mais baixos.

O problema é que o banco “B” não tem muitas informações sobre o perfil financeiro do Pedro, então a tendência é que ele tenha dificuldades para conseguir crédito até que se mostre um bom pagador – o que pode demorar meses ou até anos.

Com o open banking, ele poderá pedir que o banco “B” acesse todas as informações da sua conta do banco “A”.

Dados como recebimento de salários, depósitos, além de todo seu histórico de crédito e pagamentos ficarão disponíveis e permitirão uma avaliação muito mais completa do seu perfil.

Na prática, será como se o Pedro já tivesse conta no banco “B” há mais de 10 anos!

Como funciona open banking?

O regulamento do open banking no Brasil prevê que todas as instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central podem participar do ecossistema de compartilhamento de informações.

No entanto, o tamanho da empresa vai determinar se ela deverá participar obrigatoriamente ou de forma voluntária.

A regra é a seguinte: as instituições que possuem porte igual ou superior a 1% do PIB (Produto Interno Bruto) ou que tenham forte presença no exterior são obrigadas a participar.

As demais instituições reguladas pelo Banco Central não têm participação compulsória, mas podem aderir se quiserem.

Independentemente da obrigatoriedade de participação, todas as empresas que aderirem poderão receber dados de seus concorrentes, mas também devem compartilhar as informações de suas respectivas bases.

Vantagens do open banking

A ideia do open banking é facilitar a vida financeira das pessoas, diminuindo custos e agilizando processos, como a portabilidade de dados. Entre as principais vantagens estão:

  • O cliente tem liberdade para compartilhar seus dados e escolher os melhores produtos e serviços financeiros das instituições com as quais quer se relacionar.
  • O sistema possibilitará uma melhor organização da vida financeira dos consumidores, facilitando o controle de gastos, dívidas e investimentos.
  • Surgirão novas ofertas de produtos com taxas menores e condições de pagamento facilitadas, mais adequados às necessidades e ao perfil dos consumidores.
  •  Do ponto de vista do sistema financeiro, haverá incentivos para a estruturação de um ambiente mais colaborativo entre bancos e outras instituições.
Desenvolvido por: Bulki e WPTotal