Cartão de crédito novucard

Controle financeiro: 7 dicas para gerenciar seus gastos em 2024

Controle financeiro: 7 dicas para gerenciar seus gastos em 2024

Assuma o comando das suas finanças tornando seus gastos mais inteligentes e sem deixar de lado a diversão e o lazer

Quando se fala em controle financeiro, uma das primeiras ideias que vêm à mente de muitas pessoas é a de reduzir gastos e fazer sacrifícios para poupar.

Na prática, esse pensamento pode até funcionar nos primeiros meses, mas deixa no ar uma sensação de frustração por ser preciso abrir mão de tantas coisas, especialmente relacionadas à diversão e ao lazer.

Sabemos que a realidade nem sempre permite cortes no orçamento. Muitas famílias já vivem apenas com gastos essenciais e economizar ainda mais nem sempre é possível.

Entretanto, é possível analisar os gastos e organizá-los para que você possa ser mais eficiente nesse quesito. E a boa notícia é que deixar as contas organizadas é mais simples do que você imagina.

O que é controle financeiro?

Ter controle financeiro sobre o seu dinheiro nada mais é do que registrar todas as receitas e despesas relacionadas ao seu dia a dia.

Em outras palavras, é registrar em uma planilha não apenas as suas despesas fixas, como energia elétrica, água, telefone e IPVA, mas também os gastos esporádicos, como cafezinho na padaria da esquina ou o estacionamento do shopping.

Cada centavo deve ser planilhado e categorizado para que, ao final de um determinado período, você entenda melhor para onde o seu dinheiro está indo.

Quem controla as suas próprias finanças se torna mais organizado e ganha mais subsídios para tomar decisões sobre o que cortar (ou não) do orçamento. Organizar gastos, portanto, é o primeiro passo.

Como ser mais organizado nas finanças?

É aqui que muitos acabam desistindo ou deixando de lado o controle financeiro. Não basta anotar vez ou outra os seus gastos mensais, é preciso criar o hábito de cuidar do seu dinheiro sempre, diariamente.

O método utilizado é o que menos importa, desde que ele seja simples e acessível para você. Sua planilha de gastos deve refletir exatamente todas as suas movimentações.

Vale utilizar uma planilha no Excel ou no Google Drive, aplicativos de controle de financeiro disponíveis para Android ou iPhone ou até mesmo anotar em uma agenda.

O importante é que você não deixe de fora nenhum gasto, por menor que ele seja. Somente assim você terá uma visão do todo - e certamente vai se surpreender vendo como gastamos dinheiro com compras por impulso, que eventualmente não nos trazem tanto prazer ou benefícios assim.

7 dicas para assumir o controle das suas finanças

Agora que você já entendeu que controle financeiro não significa necessariamente sair cortando seus gastos onde já nem é possível abrir mão de alguma coisa, é hora de conferir dicas práticas de como organizar as finanças e controlar o dinheiro.

1. Defina suas metas financeiras

Independentemente de quanto você ganha ou gasta, é importante ter uma ideia geral do seu orçamento. É a partir dele que você pode definir as suas metas financeiras, indicando valores compatíveis com sua realidade para poupar todos os meses.

Vamos supor que sua meta seja fazer uma viagem para o Caribe no final do ano. Para isso, defina um valor total e estabeleça quanto será necessário poupar todos os meses para chegar nesse objetivo. 

Quem pode te dar uma força nessa organização é o cofrinhü do novücard, uma forma simples de guardar dinheiro e aumentar o limite do seu cartão de crédito para quando você precisar.

2. Crie um orçamento

Com as metas definidas, é hora de fazer o acompanhamento financeiro do seu orçamento. Aqui, a dica é subdividir os seus gastos em categorias e atribuir um percentual para cada uma delas.

Não é cortando seu lazer que você atingirá seus objetivos, mas sim definindo a prioridade que ele tem no seu dia a dia.

Por exemplo, indique na sua planilha financeira que 30% dos seus ganhos serão destinados à alimentação, 5% para lazer e outros 10% para poupar. Esse controle financeiro pessoal é essencial para que você possa monitorar o quão próximo ou distante você está das suas metas - e se torna um elemento de motivação para buscar sempre mais.

Você verá em pouco tempo como criar esse hábito te ajuda a se organizar melhor para guardar seu salário e fazer seu dinheiro render mais.

3. Monitore os seus gastos

Depois de um mês fazendo monitoramento financeiro você certamente terá muitos insights relacionados à forma como você gasta o seu dinheiro. 

Não tem problema nenhum tomar um cafezinho por dia - se essa for a sua vontade. O problema é que sem monitorar os gastos você não sabe ao certo para onde o seu dinheiro está indo, até que um dia chega a fatura do cartão e você precisa realizar o pagamento mínimo - e você percebe que o dinheiro não está indo para onde você gostaria.

Uma boa forma de organização é centralizar seus gastos no cartão de crédito. Além de uma data única de pagamento, essa é uma forma fácil de aumentar o seu limite sem precisar gastar mais do que o seu orçamento permite. Mas lembre-se, é preciso usar o seu cartão de crédito de forma inteligente para que ele seja um aliado no seu planejamento.

Mulher efetua pagamendo de compra utilizando cartão de crédito

4. Crie reservas financeiras

Guardar algum dinheiro todos os meses em uma reserva de emergência é fundamental. Afinal, nunca se sabe quando vai surgir um imprevisto. 

Você pode utilizar o cofrinhü para guardar a quantia que desejar mês a mês e o melhor de tudo é que o seu dinheiro não fica parado. Todo dinheiro depositado no cofrinhü rende 100% do CDI - além de liberar mais limite no seu cartão de crédito.

5. Faça seu dinheiro valer mais

Fazer o dinheiro valer mais é uma das regras de ouro da gestão financeira. Isso significa que aqueles reais que sobraram na sua conta no fim do mês não precisam e não devem ficar parados. Existem diversas formas de aplicá-los em investimentos que rendem juros e aumentam o seu capital sem que você precise fazer esforço.

O exemplo do cofrinhü é o mais emblemático de todos. Por exemplo, em 2021 o valor do CDI somado no ano foi de 4,42%. Isso significa que o dinheiro aplicado rendendo 100% do CDI teve um lucro anual de 4,42%. Em outras palavras, se você guardou R$ 1.000, terminou o ano com R$ 1044,20.

Além disso, no novücard você também pode contar com o Limite Adicional, que te dá mais crédito conforme você faz suas compras de forma consciente.

6. Faça da educação financeira sua principal aliada

Conhecimento nunca é demais e quando se trata de como administrar dinheiro, qualquer informação extra é sempre bem-vinda. Por isso, procure se informar sobre como ter controle financeiro em sites especializados, além de cursos, palestras e livros relacionados ao tema.

Uma boa dica é explorar o blog do novücard. São dezenas de artigos criados para ajudar você a tirar melhor proveito do seu dinheiro e toda semana temos novidades. Salve o link nos seus favoritos e nos siga nas redes sociais para se manter atualizado.

7. Use o cartão de crédito de forma estratégica

O cartão de crédito, quando bem utilizado, pode ser um ótimo companheiro para organizar as finanças. Escolha opções sem anuidade ou taxas de manutenção e aproveite a possibilidade de pagar suas compras em até 40 dias, de acordo com a data de fechamento da sua fatura.

Se, por exemplo, a sua fatura fecha no dia 25 de cada mês e você faz as compras nesse mesmo dia, você estende o prazo do pagamento das suas compras e consegue se organizar melhor para pagar tudo sem dor de cabeça. Seu gerenciamento financeiro agradece essa possibilidade!

Planilha de controle financeiro pessoal

Agora que você já conhece alguns dos benefícios de fazer seu controle financeiro, é hora de colocar a mão na massa. 

Há diversos aplicativos, com versões gratuitas ou pagas, que simplificam o trabalho de anotar as despesas, fornecendo gráficos e estatísticas detalhadas sobre os seus gastos. Indicamos alguns deles:

  • Guia Bolso: totalmente gratuito, esse é um dos apps mais conhecidos para Android e iPhone em se tratando de gestão financeira. Crie categorias e tenha controle em tempo real de todas as suas despesas e receitas.
  • Organizze: disponível em versão para celulares e para navegador, o Organizze tem recursos similares para organização das despesas. Se você quiser funções ainda mais detalhadas, vale a pena investir na versão paga do serviço.
  • Meu Dinheiro: outra opção bastante conhecida, disponível para smartphones e para navegador. O plano gratuito é suficiente para a maioria dos usuários, mas na versão paga há recursos até mesmo para controle financeiro familiar, integrando dados de várias contas.

Os apps existem para facilitar a nossa vida, mas vale lembrar que para começar qualquer forma de anotar as suas despesas é válida. Uma simples planilha no Excel é suficiente e, se esse método de controle parecer mais simples para você, siga em frente com ele. 

O importante é que os gastos sejam planilhados e que você tenha acesso de forma simples à lista de todos os seus gastos.

Conclusão

Assumir o controle financeiro do seu dinheiro não é coisa de outro mundo. Como você pôde perceber, o primeiro passo é entender para onde o seu dinheiro vai todos os dias e isso só é possível quando criamos o hábito financeiro de anotar todas as despesas.

Não se trata de poupar a ponto de passar necessidade ou sacrificar os seus momentos de lazer, mas sim de agir de forma inteligente, utilizando recursos a seu favor que não custam um centavo a mais. 

Organização e planejamento são a chave para o sucesso do controle financeiro - e você pode começar hoje mesmo, com os recursos que já possui, inclusive aproveitando todos benefícios oferecidos pelo novücard. Bora começar agora mesmo a planejar uma forma de tirar do papel as suas metas financeiras?