Cartão de crédito novucard

logo novucard 4

Pagar o mínimo do cartão de crédito vale a pena?

Pagar o mínimo do cartão de crédito vale a pena?

Usar esse tipo de pagamento pode não ser uma boa alternativa.

Você sabia que os juros cobrados quando o cliente faz o pagamento mínimo do cartão de crédito são os mais altos de todo o sistema financeiro?

Para você ter ideia, de acordo com dados do Banco Central, a taxa média de juros do rotativo do cartão de crédito no Brasil entre março e abril de 2024 foi de 474,10% ao ano.

Por isso, você deve evitar ao máximo pagar o mínimo do cartão e se planejar para quitar sempre o valor integral na data de vencimento da fatura.

Mas, é claro que os imprevistos sempre podem acontecer e você pode precisar pagar o mínimo em alguma situação emergencial.

Para entender como funciona o pagamento mínimo do cartão e o que você pode fazer para evitar essa situação, confira o artigo completo a seguir.

O que é pagamento mínimo do cartão de crédito?

Fazer o pagamento mínimo da fatura significa pagar apenas uma pequena parte do valor total no cartão de crédito em determinado mês.

O Banco Central determina que o pagamento mínimo deve ser de ao menos 15% do valor integral.

Isso significa que se o valor total da fatura for de R$ 1.000, o pagamento mínimo será de R$ 150.

No entanto, isso pode não ser exatamente algo benéfico a longo prazo. Continue lendo para entender melhor.

Como funciona o pagamento mínimo do cartão?

O pagamento mínimo funciona da seguinte forma: imagine que a fatura do seu cartão de crédito vence todo dia 10.

Neste dia, você não tinha dinheiro suficiente para fazer o pagamento integral, então decide pagar apenas o mínimo da fatura, que é equivalente a 15% do total. 

Então, o valor que faltou pagar será cobrado na fatura do mês seguinte, acrescido de juros que chegam a 20% ao mês.

Ou seja, se você pagou o mínimo e ficou devendo R$ 1.000 para o próximo mês, os juros cobrados podem chegar até R$ 200 (equivalente a 20%) em apenas 30 dias.

Esse valor será somado com os gastos do próximo mês, deixando sua fatura ainda mais alta.

Entendeu porque essa estratégia pode virar uma bola de neve?

Pagar o mínimo do cartão libera o limite?

Digamos que você tenha um limite de R$ 1.000 e já tenha utilizado todo esse valor em compras.

No entanto, em vez de pagar os R$ 1.000 no dia do vencimento, você pagou apenas o mínimo, de R$ 150.

Neste caso, esses R$ 150 serão liberados no seu limite para compras.

Já os outros R$ 850 permanecem indisponíveis, pois ainda não houve o pagamento desse valor.

Por que não fazer o pagamento mínimo do cartão?

O pagamento mínimo da fatura só deve ser feito em último caso, em situações de grande emergência em que você não possui o valor total ou não tem nenhuma outra alternativa.

Caso isso aconteça, a única utilidade desse tipo de pagamento é que você pode continuar usando o cartão de crédito normalmente, desde que tenha limite disponível. 

Entretanto, há uma grande desvantagem, que são os juros cobrados na fatura do cartão.

Eles geralmente são muito altos e podem comprometer o seu orçamento familiar.

No caso do novücard, recomendamos que você sempre pague sua fatura de forma integral.

Assim, você garante todos os benefícios, como o Limite Bônus, e ainda escapa do risco de ter uma redução de crédito. Com essa ferramenta, você pode ganhar até 5% do valor de cada compra realizada com seu novücard para aumentar o seu Limite Total.

Como evitar o pagamento mínimo do cartão de crédito

O ideal para evitar esse tipo de situação é criar hábitos financeiros saudáveis para evitar pagar o valor mínimo no cartão de crédito e continuar aproveitando todas as vantagens que o novücard oferece.

Para isso, algumas dicas básicas que deixamos para você é:

Conclusão

O pagamento mínimo do cartão de crédito pode parecer uma opção tentadora em situações de emergência, mas é importante entender que essa escolha pode resultar em uma dívida crescente devido aos altos juros cobrados. Especialmente se você paga todas as compras com o cartão.

Portanto, é altamente recomendável evitar esse tipo de pagamento e planejar-se para quitar o valor integral da fatura até a data de vencimento.

Vale a pena adotar alguns hábitos financeiros saudáveis, fazer compras conscientes e criar um planejamento financeiro eficiente para continuar aproveitando ao máximo os benefícios do seu cartão de crédito.

Autor

Rebeca Lima é jornalista especializada em finanças. Sua paixão é oferecer orientações financeiras de forma simples e acessível. Para isso, dedica-se a estudar sobre economia e gestão de gastos, além de colaborar com o time de conteúdo novücard.

Desenvolvido por: Bulki e WPTotal