Cartão de crédito novucard

Férias de julho 2024: Conheça 8 cidades para aproveitar no frio

Férias de julho 2024: Conheça 8 cidades para aproveitar no frio

Dicas incríveis para você aproveitar as férias de meio de ano e conhecer lugares recheados de atrações em todo o país

Oficialmente, o inverno começa no Brasil no dia 21 de junho, mas já é possível experimentar algumas temperaturas mais baixas nas regiões Sul e Sudeste do país.

No mês de julho, começam também as férias escolares e muitas pessoas aproveitam essa época do ano para fazer viagens mais curtas.

Uma ótima opção é aproveitar o friozinho do inverno em algumas cidades brasileiras conhecidas por oferecer programações diferenciadas para os visitantes nesta época do ano.

São dicas para todos os bolsos, desde aqueles mais econômicos até os que podem gastar um pouquinho mais no mês de julho.

Separe os seus documentos e o cartão de crédito e se prepare para conhecer algumas das melhores atrações típicas do inverno brasileiro.

Preparamos uma seleção especial reunindo 8 das cidades mais atrativas nesta época do ano – e mais 3 de bônus para quem quer um clima um pouquinho mais ameno.

8 cidades brasileiras para curtir o frio da época

Vale lembrar que opções de lazer e turismo não faltam em todo o Brasil.

A lista que preparamos aqui é apenas uma amostra do que é possível aproveitar quando as temperaturas diminuem. 

Por isso, planeje sua viagem de férias e programe-se para encontrar os melhores preços em passagens, hospedagens e atrações turísticas. 

E seja inteligente: paguando suas compras com o cartão novücard você obtém descontos e pode aumentar o seu limite.

1. Campos do Jordão/SP

Localizada a cerca de 180 quilômetros de São Paulo, Campos do Jordão é uma cidade cercada por montanhas verdes.

O local foi fortemente influenciado pela colonização europeia e há muitos anos é um dos destinos mais lembrados pelos turistas no inverno.

Opções de atividades e bons restaurantes elegantes e um pouco mais caros não faltam.

Considere gastar um pouco mais e parcelar suas compras se necessário, mas não perca a oportunidade.

Para quem busca um passeio mais romântico, os chalés e pousadas são as melhores opções para se hospedar.

O centro turístico de Campos do Jordão tem lojas, cafeterias e cervejarias, em um local com infraestrutura invejável.

Entre as atrações, destaque para o Parque Capivari, que conta com teleférico que oferece uma vista panorâmica da cidade. 

O Parque Amantikir, com vista para as montanhas e jardins bem cuidados, é outra atração imperdível.

Já o Romantik Dalen é um parque “instagramável”, com inspirações em Paris e Las Vegas - uma atração gratuita que merece sua visita.

Aos finais de semana há passeios de Maria Fumaça, em um trajeto de 4 quilômetros pela cidade.

2. Serra Negra/SP

A cidade de Serra Negra é conhecida pelos seus parques e fontes naturais.

Por essa razão, o município tem o título de Estância Turística Hidromineral, um atrativo a mais para turistas de todas as partes do mundo.

Ao lado de Águas de Lindoia e Amparo, a região é conhecida como “Circuito das Águas”.

A dica aqui é se hospedar no Centro, se você quiser ficar perto de bares, restaurantes e dos shoppings para fazer umas boas compras.

Já as regiões mais afastadas têm chalés luxuosos e com infraestrutura completa, perfeitos para quem busca um contato maior com a natureza.

Ver a cidade do Alto da Serra é uma das atrações imperdíveis.

Não custa nada para subir no pico mais alto de toda a região – localizado há cerca de 1,3 mil metros acima do nível do mar.

Para as crianças, a dica é a “Disneylândia dos Robôs”, com mais de 40 atrações mecanizadas.

Por fim, não deixe de conferir a Rota de Vinhos e Queijos, um local recheado de produtos artesanais saborosos para você levar para casa.

3. Monte Verde/MG

Monte Verde está localizada na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. Aqui, as atrações são trilhas, um centro comercial com produtos locais e ótimos restaurantes que oferecem o melhor da culinária mineira.

A infraestrutura da região é preparada para o turismo, que cresce nessa época do ano.

O passeio gratuito mais atrativo é a Trilha da Pedra Redonda, a atração mais procurada, com mirantes que permitem ter uma visão completa da região.

No fim da tarde a vista é ainda mais espetacular, pois há menos risco de neblina. A Fazenda Radical é outra atração conhecida, oferecendo tirolesa e atividades como escalada e arvorismo.

Os valores estão na casa de R$200,00 por pessoa, em média, mas é diversão garantida para quem gosta de algo mais radical.

Quer mais atrações diferentes? Nesta época do ano fica ativa uma pista de patinação no gelo e o Ice Bar, um espaço em que as temperaturas chegam a -19 graus Celsius.

Desfrute ainda de galerias de arte, um belíssimo orquidário e das fábricas de chocolate Gressoney e Monte Verde.

4. Petrópolis/RJ

Petrópolis é uma das cidades mais antigas do Brasil e recebeu a família imperial no século XIX.

Com estrutura turística de alto padrão, a cidade está localizada a 70 km do Rio de Janeiro e oferece, além do centro histórico, fazendas e pousadas charmosas para quem está disposto a gastar um pouco mais.

O Museu Imperial é, sem dúvida, a principal atração de Petrópolis.

A entrada custa apenas R$ 10. O espaço foi fundado por Dom Pedro II e a propriedade na qual ele está tem belos jardins, exposições de arte e cafeteria – além de uma lojinha para você comprar presentes.

Os restos mortais de Dom Pedro II, Tereza Cristina e Princesa Isabel podem ser visitados na Catedral de São Pedro de Alcântara, que abriga o Mausoléu Imperial. 

Outras atrações históricas que merecem sua atenção incluem a Casa de Santos Dumont, o Palácio de Cristal e o Palácio Rio Negro, além da Casa de Ipiranga e a Casa da Princesa Isabel. 

Mais uma dica: em julho a cidade promove o Festival de Inverno, com shows e exposições artísticas. Porém, fique de olho: algumas atrações têm ingressos com valor mais alto do que a média.

5. Gramado/RS

Um dos principais destinos dos viajantes no inverno brasileiro, a cidade gaúcha de Gramado é conhecida pela ótima culinária e pela arquitetura charmosa.

Em conjunto com a vizinha cidade de Canela, são inúmeras as atrações para quem gosta de queijos, vinhos e um bom chocolate.

Gramado é uma cidade em que o custo de alimentação é alto, portanto, prepare o bolso.

Há diversas opções em pousadas, um pouco mais afastadas do agito, e hotéis, espalhados no entorno da avenida principal.

A Rua Coberta, em frente ao Palácio dos Festivais (local onde ocorre o Festival de Cinema de Gramado, o mais tradicional do país), é o ponto central da cidade, com muitas lojas e restaurantes.

A belíssima Igreja São Pedro, que à noite fica toda iluminada, é parada obrigatória, e uma das poucas atrações gratuitas. 

Atrações não faltam para se divertir com a família como o Snowland, um parque de diversões com neve artificial e pista de esqui e snowboard.

Os ingressos se iniciam em R$99,00 para crianças e R$199,00 para adultos.

Já o Acquamotion, que é um parque aquático com piscinas termais, tem ingressos a partir de R$179,00 para adultos (a partir de 12 anos) e R$124,50 para crianças. 

No entorno da cidade ainda há diversas vinícolas para serem exploradas, com diversas faixas de preço que podem se adaptar ao seu bolso.

6. Bento Gonçalves/RS

Outra ótima opção na Serra Gaúcha é Bento Gonçalves.

A cidade é conhecida pela abundante produção de vinhos e espumantes e, por essa razão, é o destino perfeito para casais ou famílias que buscam aliar passeios com muita natureza e boa gastronomia.

Porém, praticamente não há atrações gratuitas.

Desde grandes vinícolas, como Miolo e Casa Valduga, até aquelas com trabalhos mais artesanais, há mais de uma dezena de opções para todos os gostos e bolsos.

Há hotéis e pousadas próximos às vinícolas, mas as atrações locais não se limitam aos vinhos.

É possível ter um dia repleto de atrações na cidade mesmo que você não consuma a bebida.

A rota rural é a oportunidade de conhecer o caminho percorrido pelos italianos que imigraram para o Brasil no fim do século XIX.

O ideal é alugar um carro para ter mais conforto.

Outra atração charmosa é o Trem Maria Fumaça, que percorre o belíssimo trajeto entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa.

O valor é de R$215 por pessoa e o passeio dura cerca de 4 horas.

 Afrouxe o cinto e se prepare também para comer bem – e bastante – nos inúmeros bons restaurantes da região.

7. Urubici/SC

Outra atração da região Sul do Brasil é a cidade de Urubici, na Serra Catarinense.

Localizada a aproximadamente 3 horas de carro a partir de Florianópolis, a região é rica em cachoeiras, cavernas, cânions e montanhas, que podem ser explorados mesmo por aqueles que nunca se aventuraram em lugares como esses.

Ainda que o clima seja relativamente ameno, no inverno Urubici frequentemente aparece na lista das cidades mais frias do Brasil – e há chances de que em alguma madrugada você possa ver os campos cobertos de neve. 

A região é perfeita para quem quer fugir do estresse da cidade grande e se conectar com a natureza.

Boas atrações para visitar são o Morro da Igreja e Pedra Furada, a Serra do Corvo Branco e o Cânion do Espraiado.

Uma ótima opção para quem busca passeios mais econômicos, já que seus únicos gastos aqui serão com alimentação e hospedagem.

O ingresso para a Serra do Corvo é de R$30,00 por pessoa, valor para fins de preservação da região.

8. Campina Grande/PB

Campina Grande, uma das principais cidades da Paraíba, é conhecida pelo “maior São João do mundo”.

Por isso, a cidade “ferve” nessa época do ano com dezenas de shows e atrações artísticas e culturais.

Os festejos ocorrem no Parque do Povo, mas em época de festividades praticamente em qualquer canto da cidade tem sempre alguma atração.

Em shows e locais com grande aglomeração de pessoas, não se esqueça de proteger seu cartão de crédito.

Não é fácil reservar hotéis em Campina Grande muito em cima da hora, então essa atração já fica de sugestão para você planejar antecipadamente.

A região central da cidade é a mais indicada para ficar, pois assim você poderá se locomover entre as atrações sempre a pé.

Prepare o seu cartão de crédito novücard para comprar muitas lembrancinhas na Vila do Artesão.

Se sobrar um tempinho entre uma festa e outra, visite o Museu de Arte Popular da Paraíba, o Museu Digital de Campina Grande e o Museu do Algodão.

Nesta época do ano os preços sobem e, portanto, prepare-se para gastar um pouco mais que o normal se estiver planejando ir para lá.

Bônus: 3 cidades no Nordeste para curtir o inverno

Achou que a lista de opções tinha terminado? Que nada!

Incluímos aqui mais três lugares que não são necessariamente frios, mas que se mostram ótimas opções nesta época do ano para você descansar por alguns dias.

Falamos das cidades de Gravatá e Garanhuns, em Pernambuco, e de Morro do Chapéu, na Bahia.

1. Gravatá/PE

Conhecida como a “Suíça Pernambucana”, Gravatá fica em uma região de serra e, por isso, tem clima mais ameno, com temperatura entre 18 e 26 graus nesta época do ano.

A cidade tem uma arquitetura diferenciada, trazida por um suíço que se apaixonou pelo Nordeste.

O artesanato em madeira é a principal atração da região, que tem como tradição bares, restaurantes e cafés que servem vinhos, fondues e chocolates.

2. Garanhuns/PE

Outro destino para você colocar na sua lista é Garanhuns, no interior de Pernambuco, local com temperatura entre 15 e 24 nesta época do ano.

Por lá, além de locais históricos a serem visitados, ocorre o famoso Festival de Inverno de Garanhuns, um dos maiores do gênero no país, e que conta até com aplicativo oficial com a programação, com muitas atrações gratuitas.

O Mosteiro de São Bento e o Castelo João Capão são também atrações imperdíveis do local.

3. Morro do Chapéu/BA

Fechando a nossa lista temos o Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, na Bahia. Por lá, o inverno é seco e agradável, e o céu quase não tem nuvens.

A principal atração é a natureza, com fontes termais, cavernas e cachoeiras.

Anote na agenda atrações como Lapa dos Brejões, Cachoeira do Ferro Doido e a Fonte Termal do Tareco que, segundo informações locais, têm efeitos medicinais.

Conclusão

Como você pôde perceber, não faltam boas opções para aproveitar as férias de julho no friozinho do inverno brasileiro.

De Norte a Sul, há atrações para todos os gostos e bolsos. Se você tiver uns dias de descanso disponíveis, vale investir no seu lazer. 

Para quem está gerenciando bem os gastos desde o início do ano, essa é uma boa hora para tomar um fôlego e se preparar para o segundo semestre.

Se não for possível ir desta vez, não tem problema: que tal começar a se preparar para o inverno de 2025?

O cofrinhü do novücard é uma boa pedida para você poupar um pouco mês a mês e se preparar com mais calma para conhecer melhor o Brasil.

Tire os casacos do armário, prepare as malas e boa viagem!