Cartão de crédito novucard

logo novucard 4

Renda principal

Avatar photo

O que é renda principal?

A renda principal se refere ao valor que você recebe periodicamente de forma regular e confiável, seja por meio de um salário ou remuneração por serviços prestados

Em outras palavras, é a principal fonte de receita que você utiliza para cobrir suas despesas e necessidades básicas, como moradia, saúde e educação. 

Além disso, a renda principal é a base da sua segurança e estabilidade financeira, permitindo que você pague suas contas, faça investimentos e planeje o futuro.

O que se considera renda principal?

Compreender o conceito de renda principal é importante para diversos aspectos da vida financeira, como planejamento, organização e até mesmo a busca por crédito. 

Mas, na prática, o que se encaixa nessa categoria? Confira:

1. Salário

Se você trabalha em regime CLT ou presta serviços a empresas, o salário é a fonte de renda principal mais comum. 

Geralmente, se refere ao valor recebido todos os meses e que garante sua base de sustentação.

2. Trabalho autônomo

Profissionais autônomos, freelancers e empreendedores também possuem renda principal, proveniente de seus próprios negócios. Essa renda pode ser variável, mas é fundamental para o sustento desses profissionais.

Além disso, vale destacar que essa modalidade de trabalho vem crescendo significativamente, impulsionada pelo avanço das tecnologias e dos negócios digitais, que inclusive oferecem muitas formas de ganhar dinheiro com a internet.

3. Pensão

Aposentados, pensionistas e pessoas em situação de invalidez também possuem renda principal, proveniente da pensão (como o INSS, por exemplo). 

Essa renda garante a esses indivíduos um valor regular para cobrir suas necessidades básicas.

4. Aluguéis

Se você possui imóveis para alugar, a renda proveniente desses aluguéis também pode ser considerada sua renda principal, sendo uma fonte de receita passiva que pode ser crucial para a sua segurança financeira.

5. Investimentos

Os rendimentos de seus investimentos, como dividendos, juros e outros, também podem ser considerados uma renda principal, além de uma forma de diversificar suas fontes de renda e aumentar sua segurança no longo prazo.

Renda principal e renda extra: Quais as diferenças?

A renda principal e a renda extra são duas peças fundamentais no quebra-cabeça da sua vida financeira. Apesar de parecerem similares, possuem diferenças básicas que devem ser consideradas para tomar decisões financeiras mais conscientes.

Por um lado, a renda principal é a fonte de receita que garante sua sobrevivência e bem-estar. Por outro lado, a renda extra é a oportunidade de ir além e conquistar objetivos com mais rapidez.

Confira as diferenças principais entre elas:

CaracterísticaRenda principalRenda extra
ObjetivoSobrevivência e bem-estarComplementar e alcançar objetivos financeiros
RegularidadeRecorrente e previsívelVariável e esporádica
ImportânciaBase da segurança financeiraOpcional
ExemplosSalário, pensão, aluguéis, etc.Freelance, trabalho autônomo, venda de produtos online, etc.

Como administrar a renda principal?

Para administrar sua renda principal de forma eficaz, um planejamento detalhado e personalizado à sua realidade será seu maior aliado, permitindo medir sua saúde financeira, identificar áreas para maior controle de gastos e definir prioridades. 

Além disso, é importante considerar que administrar as finanças é um processo contínuo que exige disciplina e planejamento. Não se precipite nessa jornada! Comece com pequenas mudanças e revise seus hábitos financeiros frequentemente até alcançar um ritmo que faça sentido para seus objetivos. 

Por fim, para saber mais sobre como administrar sua renda principal de forma eficaz, confira os artigos “Quanto guardar do salário?” e “5 hábitos financeiros saudáveis para sua vida”.

Desenvolvido por: Bulki e WPTotal