Cartão de crédito novucard

Segurança no Carnaval: 11 dicas para curtir a festa sem problemas

Segurança no Carnaval: 11 dicas para curtir a festa sem problemas

O Carnaval é uma época cheia de alegria e muitas festas de rua, mas também traz preocupações com a segurança pessoal.

É preciso se manter alerta com furtos, roubos e golpes financeiros, como os relacionados a maquininhas de cartão, Pix, e outros.

Neste artigo, vamos explicar quais as fraudes mais comuns durante o Carnaval e mostrar algumas dicas práticas para você se proteger e aproveitar a festa com mais tranquilidade.

Carnaval com segurança, ainda é possível?

As estatísticas do Carnaval de 2023 nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e na cidade de Salvador são bastante positivas. Boas notícias para os foliões!

Dados da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) apontam uma queda de quase 40% no número de furtos e roubos de celulares em todo o estado no período do Carnaval.

No Rio de Janeiro, houve uma diminuição de 58% nos indicadores de crimes violentos, segundo estatísticas do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Já em Salvador, a redução foi de 51% no número de lesões corporais e 12% nos crimes contra patrimônio (furtos, roubos, destruição ou danificação de bens materiais). Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Fraudes mais comuns no Carnaval e como evitá-las

Para que você possa se proteger, é preciso entender quais são os golpes mais comuns durante o Carnaval e também como não cair nessas armadilhas.

E é isso que vamos entender nas próximas seções.

Golpes da maquininha

Golpes envolvendo a maquininha de cartão são ameaças crescentes, principalmente em grandes eventos como o Carnaval.

Dentre os métodos mais comuns de fraude, algumas práticas específicas ganham destaque. Uma delas é a alteração do valor da transação, na qual o golpista aumenta o valor a ser pago sem que a vítima perceba. 

Outra prática comum é a cobrança dupla, onde duas transações são feitas ao invés de apenas uma.

Ações fraudulentas envolvendo a tecnologia NFC (compras por aproximação) também são uma realidade. Aqui o criminoso aproxima a maquininha do bolso da vítima, onde está o cartão, e realiza o pagamento sem que ela perceba, podendo até mesmo clonar o cartão rapidamente.

Além disso, há também a troca de maquininhas, onde a máquina legítima é substituída por uma manipulada, capaz de roubar informações do cartão. Em alguns casos, o criminoso pode alegar que o visor da maquininha está quebrado ou cobri-lo parcialmente para esconder o valor real.

Ainda podemos incluir aqui o golpe do visor adulterado, no qual um visor falso é instalado na máquina, levando a vítima a acreditar que o montante cobrado está correto, quando na realidade ele é bem maior.

Como se proteger?

  • Nunca anote a senha do cartão em locais visíveis.
  • Sempre confira o valor antes de realizar a transação.
  • Solicite e guarde o recibo da compra.
  • Desative a função NFC do seu cartão de crédito e celular, especialmente em locais com grande concentração de pessoas.
  • Questione e esclareça quaisquer situações que pareçam suspeitas antes de concluir a compra.

Golpes do Pix

O Pix, lançado em 2020 pelo Banco Central, se tornou o meio de pagamento queridinho de muitos brasileiros. Segundo dados da Agência Gov, o Pix teve quase 4 bilhões de operações em setembro de 2023.

Os principais golpes envolvendo esta tecnologia são feitos através de downloads de arquivos maliciosos, clonagem de WhatsApp e atendimentos bancários falsos. 

Porém, para quem vai aproveitar o Carnaval, a fraude mais comum que pode ocorrer no meio da folia é a do QR Code falso, onde o criminoso substitui o código original de um estabelecimento por outro, redirecionando a vítima para um link capaz de roubar dados do celular.

Com isso, é possível ter acesso a todas as informações do aparelho, incluindo as contas bancárias.

Como evitar essa dor de cabeça?

  • Antes de prosseguir com a compra, analise bem o valor.
  • Desconfie de qualquer código que peça dados pessoais ou confidenciais, como senhas.
  • Verifique a razão social ou nome do vendedor antes de transferir o dinheiro.
  • Mantenha seu celular atualizado e prefira usar leitores de QR Code nativos do seu smartphone.

Cartão trocado durante a compra

Durante o Carnaval, o golpe do cartão trocado é bastante preocupante. 

Nesse golpe, o fraudador, muitas vezes um falso vendedor ou atendente, pega o cartão da vítima para fazer o pagamento e, de forma imperceptível, troca-o por outro similar, devolvendo um cartão falso ao dono.

A vítima, distraída, só percebe a troca após o criminoso ter ido embora, muitas vezes já tendo realizado várias compras com o cartão verdadeiro.

Como evitar que isso aconteça?

  • Nunca perca seu cartão de vista durante uma compra.
  • Cole um pequeno adesivo no seu cartão de crédito. Isso vai ajudar a identificá-lo mais facilmente.
  • Não dê seu cartão na mão de alguém para inserir na maquininha, sempre faça você mesmo o processo.
  • Se o vendedor afirmar que precisa passar novamente o cartão, fique atento! Observe o aplicativo do banco se houve alguma cobrança diferente.

Cartão de crédito furtado ou perdido

No meio do bloquinho, com toda a movimentação, muitas pessoas acabam sendo furtadas ou perdendo seus pertences, como celulares, documentos e cartões de crédito.

Quando o cartão é furtado ou perdido, o risco de fraudes e transações não autorizadas aumenta. Portanto, é importante agir rapidamente, informando a instituição financeira para bloquear o cartão e evitar prejuízos financeiros.

O que fazer para se proteger?

  • Use doleiras ou bolsos internos para guardar o cartão.
  • Leve apenas o necessário, evitando levar múltiplos cartões.
  • Mantenha os contatos do seu banco à mão para agir rapidamente.

Furtos de Celular

Como falamos no parágrafo anterior, roubos de celulares também acontecem com bastante frequência no Carnaval, já que as grandes aglomerações e distrações facilitam a ação de criminosos.

Celulares não são apenas objetos caros, mas também guardam dados pessoais importantes, aumentando o risco de problemas de segurança e privacidade se caírem em mãos erradas.

Como se prevenir?

  • Guarde seu celular em locais seguros e de difícil acesso para ladrões.
  • Faça backups regulares e garanta que seus dados estejam salvos em outro local seguro.
  • Utilize senha, biometria e habilite ferramentas de rastreio.
  • Configure um gerenciador de dispositivos móveis. Isso permite que você apague dados remotamente em caso de furto.

Confira a cartilha de segurança com várias orientações em caso de furto de celular que o CERT (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil) criou. 

Promoções falsas

Não é somente no Carnaval de rua que problemas acontecem. No ambiente virtual, é preciso ter atenção com falsas promoções, atraindo foliões com “ofertas incríveis” que, na verdade, são armadilhas para roubar dinheiro e dados pessoais.

Estelionatários costumam se passar por empresas conhecidas, oferecendo promoções tentadoras. Esses golpes geralmente envolvem o envio de um link malicioso que pode comprometer informações pessoais e financeiras da vítima.

Este tipo de fraude, conhecida como phishing, “pesca” usuários para roubar dados e induzir a pagamentos fraudulentos.

Dicas para não cair nessa

  • Se a promoção parece boa demais para ser verdade, provavelmente é um golpe.
  • Antes de clicar em qualquer link, confirme se a oferta vem de uma fonte confiável.
  • Não forneça informações pessoais ou bancárias em resposta a promoções suspeitas.

Como proteger seu novücard no Carnaval?

Como vimos, apesar de toda a diversão do Carnaval, é preciso ter atenção redobrada com a segurança dos seus pertences. E o seu novücard também está incluso!

Seguir algumas práticas pode ajudar a manter seu cartão seguro durante a festa.

Use senhas fortes no seu app e cartão

Garanta que tanto seu aplicativo do novücard quanto o próprio cartão tenham senhas fortes e únicas.

Evite combinações óbvias e prefira senhas complexas. Então não use datas de aniversário, sequências numéricas (ex: 1234) e números repetidos (ex: 444).

Cadastre sua biometria

Utilize a biometria para adicionar uma camada extra de segurança.

Isso impede que outras pessoas tenham acesso ao aplicativo caso seu celular seja perdido ou roubado.

Mantenha o aplicativo dentro de uma pasta segura

Organize seu dispositivo de modo que o aplicativo do novücard esteja em uma pasta segura ou oculta.

Veja como é fácil criar uma pasta segura.

Lembre-se de reportar perda ou roubo

Em caso de perda ou roubo, reporte a perda ou roubo o quanto antes no aplicativo.

E não esqueça de bloquear seu cartão físico.

Se precisar, contate nosso suporte

Se precisar de assistência adicional, o suporte do novücard está sempre disponível.

Você pode visitar a seção de segurança no nosso FAQ para obter mais informações e ajuda.