Cartão de crédito novucard

De mulher pra mulher: 6 dicas para organizar seu dinheiro com sabedoria

De mulher pra mulher: 6 dicas para organizar seu dinheiro com sabedoria

Mulher, vamos conversar! O que você faz pra organizar suas finanças? É importante reservar um tempinho no mês para pensar nisso e conseguir pagar os boletos com tranquilidade. Quando o assunto é manter a vida financeira sob controle, tudo se resume em organização e planejamento.

Mas a gente sabe que a realidade da mulher brasileira, na maior parte dos casos, significa ter uma jornada de trabalho dupla, ou até tripla, e essa tarefa pode se tornar um desafio. De acordo com dados do IBGE de 2019, 54,5% das mulheres com mais de 15 anos estão inseridas no mercado de trabalho hoje em dia, mas apenas 37,4% assumem cargos gerenciais e 3,2% são donas de empreendimentos.

Ainda assim, temos ótimos exemplos de mulheres bem sucedidas no Brasil, como Dulce Pugliese, fundadora da ONG "Instituto Dulce Pugliese", que atua na promoção dos direitos das mulheres; Roberta Medina, presidente executiva do Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do mundo; e Raquel Gerber, CEO da Natura, uma das maiores empresas de cosméticos do Brasil e América Latina.

No dia internacional da mulher, convidamos a diretora de marketing do novücard, Petra Studholme, para conversar sobre a dificuldade ao lidar com tanta sobrecarga no dia a dia. Separamos algumas dicas que a executiva passou para te ajudar a atingir os seus objetivos financeiros com pouco esforço.

“Sabemos que a realidade nem sempre permite cortes orçamentais ou grandes poupanças mensais. Muitas famílias já vivem apenas com despesas essenciais e nem sempre é possível poupar ainda mais. No entanto, é possível analisar as despesas e organizá-las de modo mais eficiente, tendo sempre em mente a divisão daquilo que você precisa e do que deseja. Simples mudanças podem te levar longe!”, comentou Petra.

1. Não perca de vista seu controle financeiro

Ter controle financeiro sobre o seu dinheiro nada mais é do que registar todas as receitas e despesas relacionadas com a sua vida cotidiana. Em outras palavras, não só registar as suas despesas fixas, como eletricidade, água, telefone e IPVA, numa folha de cálculo, mas também despesas esporádicas, como o café na padaria da esquina ou aquele estacionamento no shopping. 

Para isso, utilize uma planilha do Excel, aplicativos de controle financeiro disponíveis para Android ou iPhone ou até mesmo um caderno. Existem vários aplicativos, com versões gratuitas ou pagas, que simplificam o trabalho de anotação de despesas, fornecendo gráficos e estatísticas detalhadas sobre seus gastos que te ajudam a organizar seu dinheiro.

Sugestões: 

  • Bolso Guide
  • Organizze
  • Meu Dinheiro

2. Gaste sabiamente, pense antes de clicar ou comprar

Talvez este seja um dos pontos mais importantes desta lista, pois as suas despesas desempenham um papel crucial na sua saúde financeira. Parte disso é a regra "preciso mesmo disso?". Evite a compra por impulso, seja em lojas físicas ou online.

Faça uma lista de coisas que você gostaria de comprar, espere uma semana e reavalie se você realmente precisa daquele item, assim você evita problemas como pagar o valor mínimo de sua fatura e entrar no rotativo.

3. Marque um "encontro" com as suas finanças

A próxima é a regra "isso é válido e eu realmente utilizo?"

“Eu tenho uma hora marcada recorrente no meu calendário para rever finanças pessoais, custo de vida, verificar contas e extratos bancários, validar encargos, etc.” comentou Petra. Veja as suas assinaturas de televisão, streamings, revistas, jornais, etc. e reflita sobre seus gastos.

Faça também uma lista de quando essas assinaturas anuais chegam ao fim e pesquise por melhores preços! Aproveite para rever preços de convênio médico, seguro de automóvel, provedores de telefonia e internet, etc. para não ser pega de surpresa pagando mais por contas recorrentes ou por serviços que já não necessita.

Nunca é demais ser planejada em suas finanças, não é mesmo?

4. Faça o seu dinheiro valer mais

Fazer o seu dinheiro valer mais é uma das regras de ouro da gestão financeira. Isto significa que o dinheiro deixado na sua conta no final do mês não precisa e não deve permanecer ociosos. Há várias maneiras de guardar seu salário e aplicar em investimentos que rendem juros e aumentam o seu capital sem que tenha de fazer qualquer esforço.

Por exemplo, em 2021, o valor acrescentado do CDI no ano foi de 4,42%. Isso significa que o dinheiro investido que rendia 100% do CDI teve um lucro anual de 4,42%. Em outras palavras, se você poupou R$1.000, terminou o ano com R$1.044,20.

5. Faça-você-mesmo, recicle, ‘upcycle’ e ganhe dinheiro com o "não desejado"

As mulheres, em particular, são cautelosas quando se trata de tarefas faça-você-mesmo. “Recentemente, comecei a considerar muito cuidadosamente se alguns trabalhos devem ser externalizados, tais como manutenção de jardins, ou ainda, se quero comprar uma máquina de costura nova ou se vale a pena mandá-la arrumar” disse Petra.

A executiva conta ainda que encontrou um novo amor na reciclagem de móveis para seu jardim: “estou convencida de que é mais bonito do que um novinho em folha que eu tinha planejado comprar”.

Economizar pode parecer um desafio, mas a verdade é que muitas vezes já fazemos isso sem nem perceber. Por exemplo, ao optar por alugar um carreto em vez de contratar uma empresa de mudança, você já estará poupando muito dinheiro e cultivando hábitos financeiros saudáveis.

Já pensou em vender online todas as coisas que você não usa mais e que estão guardadas na sua casa? Faça uma limpa no armário, mande embora os presentes indesejados, aquelas compras aleatórias e objetos que não usa mais. Vendê-los é uma ótima forma de liberar espaço em casa e agregar uma renda extra no fim do mês.

6. Faça um planejamento semanal de refeições

Se você souber exatamente o que vai preparar durante a semana e o que você já tem na sua cozinha, poderá comprar todos os ingredientes de uma forma bem planejada e gastar muito menos. Isto equivale a menos desperdício de alimentos e uma grande poupança financeira.

Comprar itens não perecíveis a granel com antecedência, especialmente se estiverem em oferta, também é uma ótima forma de economizar com as compras da casa.

Conclusão

Com pequenas ações é possível economizar para fazer uma reserva de emergência, organizar seu dinheiro e começar a fazer ele render, tudo sem tomar atitudes drásticas. Pouco a pouco é possível adquirir bons hábitos financeiros e transformar o uso do dinheiro dentro de casa. O primeiro passo você já deu: está estudando educação financeira, agora é questão de por essas dicas em prática.

Afinal, como já dizia o ditado, de grão em grão a galinha enche o papo, não é mesmo? Coloque em prática essas dicas da Petra e comece a transformação da sua realidade financeira!